O novo material é perfeito para a redução do ruído e a diminuição do peso nos novos veículos

Asahi Kasei desenvolve a primeira espuma de poliamida a nível mundial

Redação19/07/2019

As megatendências CASE (Connected - Autonomous - Shared – Electrified) estão a causar alguma pressão, em termos de inovação, na indústria automóvel. Para além da evolução das necessidades dos consumidores, a legislação da UE em matéria de redução das emissões de CO2 aumentou significativamente a procura de novos materiais leves para substituir as peças metálicas e de alumínio. Ao mesmo tempo, estes materiais devem estar de acordo com os altos padrões de segurança a que o setor está sujeito e oferecer soluções que respeitem os rigorosos regulamentos em todo o mundo.

Os plásticos e espumas, com a sua vasta gama de propriedades, tornar-se-ão um elemento-chave neste domínio, contribuindo para a redução das emissões de CO2 dos veículos convencionais com motores de combustão e para uma maior autonomia dos veículos elétricos.

Outro desafio para a indústria automóvel passa pela diminuição do nível de ruído. Com o Regulamento 51-031 de 2016, as Nações Unidas obrigam a uma diminuição contínua do ruído emitido pelos novos veículos.

A Asahi Kasei é um dos únicos quatro fabricantes de poliamida totalmente integrados em todo o mundo e é capaz de produzir PA 6.6, do monómero ao composto. Com base nesta experiência, a empresa está atualmente a desenvolver o material PA Foam. Trata-se de uma espuma à base de poliamida, a primeiro do género a nível mundial, que oferece soluções para os dois desafios acima mencionados: rigidez, resistência mecânica e térmica, para aplicação em estruturas leves, e isolamento acústico para redução de ruído em diversas partes do automóvel, especialmente no compartimento do motor.

Estas qualidades de redução de ruído da PA Foam contribuem para um maior conforto no interior do veículo, o que, com a crescente popularidade do 'car sharing' e a esperada introdução da condução autónoma, é um aspeto cada vez mais importante. O material também poderá ser aplicado em diversas zonas do chassis e na estrutura dos bancos do automóvel.

foto
MoldPlas 2019InterPlastJaba traducción técnica espcializada

interplast.pt

InterPLAST - informação para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial