A empresa grega incorporou 21 máquinas de injeção El-Exis e oito novas linhas de alta velocidade e baixo consumo de energia da Sumitomo (SHI) Demag

Fabricante de embalagens grego aposta na Sumitomo (SHI) Demag

Redação12/02/2020

As exportações do setor alimentar grego representam cerca de 30% das receitas do país. A Kotronis K.Plastics SA é uma das histórias de maior sucesso a emergir da crise económica do país que se prolonga há cerca de uma década. Com a adição de 21 máquinas de injeção El-Exis e oito novas linhas totalmente elétricas, de alta velocidade e energeticamente eficientes da Sumitomo (SHI) Demag, o fabricante grego especialista no fabrico de embalagens alimentares ganha ainda mais capacidade de exportação.

foto
Empresa familiar, a Kotronis Plastics produz anualmente mais de 350 milhões de produtos de embalamento, 40% dos quais são enviados diretamente para mercados internacionais. Foto: Sumitomo (SHI) Demag.

Nos últimos anos, a Kotronis K.Plastics S.A. investiu bastante na sua unidade de fabrico, assegurando a posição como um dos fabricantes gregos líderes em embalagens de plástico premium. A embalagem como imagem de marca diferenciada, utilizada predominantemente por produtores mediterrâneos de comida e destinada aos mercados internacionais é produzida na moderna fábrica de 33.000 metros quadrados localizada em Efpalio, Grécia ocidental.

Produzindo anualmente mais de 350 milhões de embalagens para saladas prontas, iogurte, queijo Feta, cremes de barrar, antipasti e gelados, a empresa possui uma frota de 50 máquinas de moldagem por injeção que funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana. Nos últimos cinco anos, o volume de negócios da Kotronis duplicou, bem como a sua mão de obra, chegando atualmente a 160 colaboradores.

Para responder à crescente procura, a empresa dispõe de 21 máquinas de injeção El-Exis SP localizadas na sua sede, estando outras cinco encomendadas. Oito máquinas IntElect totalmente elétricas completam a impressionante frota da Kotronis oriunda da Sumitomo (SHI) Demag. Integrados na linha estão vários sistemas de rotulagem no molde, permitindo à Kotronis fornecer campanhas promocionais e de marketing global utilizando apenas um botão.

"A elevada disponibilidade e a alta velocidade da máquina são os fatores relevantes que nos mantêm à frente da concorrência", destaca um dos filhos dos fundadores e Diretor Geral, Augustinos Kotronis. "Quando uma grande cadeia internacional de supermercados quer lançar uma ‘Semana Grega’, nós conseguimos fornecer o pedido de imediato, mesmo que os rótulos especiais para essa campanha sejam lançados apenas à última hora."

foto

A frota grega de produção de embalagens da empresa engloba 50 máquinas de injeção, incluindo 21 El-Exis SP e oito novas máquinas IntElect totalmente elétricas da Sumitomo (SHI) Demag. Foto: Kotronis.

Nas prateleiras de todo o mundo

Fundado em 1971, o negócio familiar, agora sob gestão da segunda geração, tornou-se amplamente considerado como inovador no que respeita a embalagens alimentares feitas à medida do cliente.

Com os seus departamentos internos de desenvolvimento e engenharia de moldes, a Kotronis instalou o seu primeiro sistema IML em 1998. Pouco depois, no virar do século, foi pioneira com a introdução de uma embalagem inviolável e compacta para queijo Feta. Seguiu-se então uma linha de embalagens termosseladas para Feta. Em 2004, o design inovador para a salada Hellmann's redefiniu tanto a embalagem como o aspeto do produto.

Destacando o papel crítico da inovação da embalagem para a atratividade na prateleira, o presidente do conselho de administração da empresa, Giorgos Kotronis, comenta: “Contrariamente ao mercado nacional, em que o aspeto da embalagem de produtos lácteos é considerado pelos consumidores locais como irrelevante, os clientes internacionais procuram uma embalagem atrativa e prática, com um visual agradável e propriedades táteis.”

Giorgos Kotronis continua: “Os clientes nacionais procuram-nos cada vez mais, uma vez que pretendem garantir que os seus produtos vão superar a difícil concorrência internacional no que respeita a espaço na prateleira.”

foto
Máquinas de injeção da Sumitomo (SHI) Demag, ná fábrica da Kotronics.

Interesse mundial no iogurte grego

O sucesso generalizado dos iogurtes gregos nos últimos anos é impressionante. Representando atualmente 7,3% da quota de produtos gregos no mercado mundial, com o país em quarto lugar como o maior exportador de iogurte, a Kotronis contribuiu significativamente para este mercado de comércio dinâmico com a introdução da gama completa de embalagens de parede fina moldadas por injeção. “Graças à nossa experiência de longa data, estávamos totalmente preparados para o aumento das exportações que a indústria alimentar grega registou”, afirmou Giorgos.

“Um dos maiores elogios recebido de um cliente indica que as embalagens da Kotronis foram um fator-chave nas taxas de crescimento das exportações da sua empresa”, acrescenta o Presidente.

Apesar da crise económica, das taxas de juro elevadas e dos desafios de financiamento da Grécia, a Kotronis utilizou predominantemente o seu próprio capital e massa financeira para financiar os seus mais recentes investimentos de automatização e moldagem por injeção.

“A Kotronis é, de longe, o produtor de embalagens mais inovador na Grécia”, afirma Arnaud Nomblot, Diretor de Desenvolvimento Comercial de Embalagens na Sumitomo (SHI) Demag.

foto
Desde 1971, a Kotronis fabrica exclusivamente recipientes e tampas de plástico de qualidade, para fornecer embalagens promocionais atrativas. Foto: Kotronis.

Inovações futuras

Sendo a vertente estética da embalagem uma influência de compra tão crítica, a Kotronis continua na sua jornada para servir o mercado alimentar de exportação de 3 mil milhões de euros, bem como para enfrentar desafios globais, tais como o desperdício alimentar e o tema dos plásticos.

Mais recentemente, a empresa, em colaboração com um dos maiores produtores gregos de queijo Feta, desenvolveu uma nova barreira em embalagens que utiliza salmoura para prolongar significativamente a vida útil sem recorrer a conservantes. A Kotronis também embarcou nos testes de conceitos de embalagens biodegradáveis, que incluem a exploração da viabilidade de introdução de IML com uma barreira de oxigénio.

Neste preciso momento, no entanto, a Kotronis está a beneficiar da sua nova frota de moldagem por injeção eficiente em termos de energia e recursos da Sumitomo (SHI) Demag. “Além de proporcionar uma consistência de processo excecional e uma redução dos custos operacionais, a última geração de máquinas El-Exis SP instalada pela Kotronis consome até 20% menos energia face a máquinas de embalamento comparáveis”, acrescenta Arnaud Nomblot.

De modo a tornar os processos ainda mais eficientes, a Sumitomo (SHI) Demag está atualmente a explorar com a Kotronis a integração adicional de robôs, equipamento de automatização e soluções para controlo visual do molde em sistemas de controlo e gestão de nível mais elevado. “A higiene é prevalente em toda a nossa unidade de produção. Utilizamos sistemas automatizados para recolher a embalagem quando sai das máquinas de moldagem, reduzindo o risco de contaminação cruzada”, acrescenta Augustinos Kotronis.

Sendo um fornecedor de embalagens direcionado para os mercados internacionais, a Kotronis tem certificação ISO 9001, ISO 2000, BRC/IoP, IMS/FDA e SMETA/SEDEX.

O que está por trás da história de sucesso da comida grega?

• Uma alimentação saudável e o posicionamento de marca da dieta mediterrânea são frequentemente citados como a razão de a comida grega ter tanto sucesso nas exportações.

• No topo da lista de produtos exportados da Grécia estão vegetais, frutas, azeite, produtos lácteos, peixe fresco, frutas enlatadas, azeitonas, uvas-passas, vinho e produtos derivados de tomate.

• A Enterprise Greece destaca que as empresas gregas estão a inovar e a diferenciar-se no mercado global não apenas no produto, mas também nas embalagens.

• As empresas gregas de comida e bebida estão a penetrar rapidamente em mercados de crescimento mais elevado, tais como os EUA, a China, a Rússia e a Europa Ocidental.

• De acordo com um relatório recente realizado para a Associação de Indústrias Alimentares Gregas, a alimentação é agora o maior setor no fabrico grego. Mais de um quarto de todas as empresas de fabrico estão envolvidas em comida e/ou bebidas (em comparação com uma média de 12,5% na UE). Isto representa aproximadamente um quarto do volume de negócios industrial no país.

• A indústria alimentar é o segundo maior empregador na indústria grega, empregando um terço da mão de obra de fabrico (em comparação com uma média de 13,6% na UE).

• Entre 2009 e 2017, as exportações de queijo Feta aumentaram 50%. Durante o mesmo período, o iogurte grego disparou em 204%.

20 Years Jaba traduçao técnica especializada 4.0InterPlast Acompanhe no FacebookInterPlastInterplast

Subscrever a nossa Newsletter

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

interplast.pt

InterPLAST - informação para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial