Atlas Copco Rental:  caldeiras de vapor de 1,3 a 16 toneladas/hora, sobreaquecedores de vapor ...

A S-Console é controlada através do toque e dará ao utilizador uma experiência mais intuitiva e confortável

CeNTI e Simoldes desenvolvem consola 'inteligente’ para automóveis autónomos

17/11/2020

O Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes (CeNTI) e a Simoldes Plásticos desenvolveram, em conjunto, uma inovadora consola central automóvel que incorpora diversas funcionalidades inteligentes, pensadas para a condução autónoma. O projeto S-Console foi concluído em setembro de 2019 e está, atualmente, a ser apresentado às OEMs.

foto

A S-Console integra materiais inteligentes e funcionais, bem como tecnologias de sensorização e iluminação.

O setor automóvel atravessa uma autêntica revolução, que passa, não só por novas fontes de energia, mas também por novas formas de condução. Nos próximos tempos, é expectável que surjam modelos de condução autónoma que garantam aos ocupantes do veículo maior segurança, mobilidade e conforto.

Para dar resposta a estes novos requisitos, o CeNTI e a Simoldes Plásticos desenvolveram uma consola central automóvel que vai permitir, por exemplo, carregar o telemóvel, aquecer ou refrigerar bebidas ou receber um alerta sempre que se deixe um objeto dentro do carro.

De acordo com o CeNTI, a S-Console “incorpora várias funcionalidades inteligentes e únicas, que atualmente ainda não estão ao dispor da indústria automóvel, além de responder às atuais necessidades da indústria 4.0 e a valores como a sustentabilidade e a eficiência.”

A consola incorpora ainda um seletor de mudanças automáticas totalmente inovador, atuado através de um simples toque, que se recolhe aquando é ativado o modo de condução autónoma. Impulsionar a relação homem-máquina e dar ao utilizador, em cada viagem, mais controlo, autonomia, segurança e tranquilidade são os principais objetivos da consola, que incorpora superfícies interativas, materiais funcionais e inteligentes e sistemas eletrónicos de comunicação.

Na sua produção, foram utilizadas tecnologias avançadas, sistemas de sensorização e de iluminação inovadores, conferindo-lhe maior valor estético e funcional. “Todas as funcionalidades foram desenvolvidas e monitorizadas para se ‘arrumarem’ dentro da consola. Deste modo, além de manter as suas linhas simples, seamless, conseguimos ter uma consola limpa e organizada, transmitindo tranquilidade ao utilizador", refere Inês Matos, uma das investigadoras responsáveis pelo projeto.

Apesar do impacto da atual pandemia e da queda de produção automóvel em Portugal, o setor continua a ser um dos mais importantes para a economia nacional e europeia.

Inovação também na sustentabilidade

A integração de materiais sustentáveis é também uma das principais características da S-Console. “Disponibilizar uma consola que é leve e, ao mesmo tempo, amiga do ambiente, é essencial, sobretudo numa altura em que a economia, a sociedade e a própria indústria automóvel se estão a mobilizar para promover a sustentabilidade”, realça a responsável.

Um exemplo é o tapete de cortiça colocado no sistema da gaveta inteligente disponibilizado pela empresa Sedacor. Foi ainda testado e prototipado um apoio de braço com esse mesmo material.

foto

Na produção da nova consola foram utilizados materiais sustentáveis, como a cortiça.

O papel do CeNTI

Neste projeto, o CeNTI, entidade do sistema I&I, foi o principal dinamizador das tarefas de I&D, dado que possui o know-how e as mais recentes tecnologias na área dos materiais funcionais e inteligentes, sistemas eletrónicos de controlo, comunicação, sensorização e iluminação, garantindo a transferência dos desenvolvimentos para ambiente industrial.

Sandra Melo, gestora do projeto pela Simoldes Plásticos, explica as razões da escolha do CeNTI para este desafio: “A Simoldes Plásticos tem vindo a desenvolver, com sucesso, diversos projetos de integração de eletrónica nos seus componentes em pareceria com o CeNTI. Por isso, fazia todo o sentido trabalharmos juntos também no S-Console, complementando-se assim as competências necessárias para levarmos a cabo o projeto com sucesso”.

Apesar do impacto da atual pandemia e da queda de produção automóvel em Portugal – que, em março, foi de 46 por cento, segundo dados da Associação Automóvel de Portugal - o setor automóvel continua a ser um dos mais importantes para a economia nacional e europeia.

Sobre o CeNTI

Fundado em 2006, o CeNTI resulta de uma parceria entre três universidades – Aveiro, Minho e Porto – e três entidades tecnológicas, nomeadamente o CITEVE – Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal, o CTIC – Centro Tecnológico das Indústrias do Couro e o CEIIA – Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel.

Tem atualmente uma equipa composta por mais de 100 colaboradores e está vocacionado para o desenvolvimento de novos produtos e soluções, tendo por base a nanotecnologia e os materiais funcionais e inteligentes.

Com uma forte ligação ao tecido empresarial, o CeNTI já participou em mais de 170 projetos com a indústria nacional e internacional e possui um portefólio de 67 pedidos de patentes ativas e 35 patentes concedidas.

Sobre a Simoldes Plásticos

A Simoldes Plásticos é uma empresa do português Grupo Simoldes, com sede em Oliveira de Azeméis, que atua no setor automóvel desde 1959. É especializada no desenvolvimento e produção de componentes plásticos por injeção e possui uma vasta carteira de clientes, em países como Espanha, França, Alemanha, Reino Unido e Polônia.

A Simoldes é um dos poucos Grupos com capacidade de suporte e produção de componentes automóveis para conceituadas marcas como grupo VW (Audi, SEAT, VW, SKODA), PSA, RSA, TOYOTA, BMW, entre outros.

InterPlast20 Years Jaba traduçao técnica especializada 4.0InterPlast Acompanhe no FacebookInternational virtual fair: 10 - 11 de febrero de 2021Interplast

Subscrever a nossa Newsletter

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

interplast.pt

InterPLAST - informação para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial