Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

A importância das ferramentas de Life Cycle Assessment para a sustentabilidade ambiental

Tomás de Vasconcelos, gestor de projetos de Economia Circular e Ambiente no Pólo de Inovação em Engenharia de Polímeros (PIEP)

02/06/2021
A ferramenta de Life Cycle Assessment (LCA) baseia-se numa metodologia bem definida, norma ISO 14040-14044, onde é possível quantificar os impactos ambientais associados a um sistema ao longo de todo o seu ciclo de vida, podendo o mesmo ser um produto ou processo. Os impactos ambientais podem ser variados, até 16 categorias de impacto ambiental diferentes, os quais podem ser agrupados em 3 impactos macro: na saúde humana, na extração de recursos e impacto no meio-ambiente. Dependendo do objetivo do estudo, a ferramenta de LCA permite analisar o ciclo de vida completo de um determinado produto ou sistema e, desta forma, identificar os impactos ambientais associados a cada etapa do ciclo de vida do mesmo, ou fazer uma comparação de impactos ambientais entre dois produtos com funções semelhantes.
foto

Esta tipologia de ferramentas que permitem a quantificação de impactos ambientais, com uma base metodológica bem definida e parâmetros de cálculo validados pela comunidade científica, são fundamentais para uma real melhoria dos produtos e sistemas em termos de sustentabilidade. Sendo a sustentabilidade um tópico de interesse de cada vez mais consumidores, é imperativo que as soluções apresentadas aos mesmos sejam efetivamente e factualmente mais sustentáveis que as atuais e não apenas justificáveis com base em campanhas de marketing e ‘senso comum’.

Dada a particularidade de cada produto/sistema, um estudo de LCA tem sempre um carácter muito específico ao caso em concreto em análise tornando-se, por vezes, difícil a comparação com outros estudos. No entanto, a utilização de uma norma (ISO 14040-14044) permite uma normalização de práticas e estrutura do estudo, existindo a obrigatoriedade de definição de quatro etapas concretas: ‘Definição de âmbito e objetivo’, ‘Inventário de Ciclo de Vida’, ‘Avaliação de Impactos Ambientais’ e ‘Interpretação de Resultados’. Com vista à promoção de uma maior comparabilidade de estudos, criaram-se normas específicas a grupos particulares de produtos (PCR’s- Product Category Rules) que garantem que produtos com funções semelhantes possam ser avaliados da mesma maneira, permitindo uma comparação entre produtos mais ‘justa’.

foto

Exemplo de um estudo realizado pelo PIEP no âmbito do projeto Valornature, em que se avaliou o impacto ambiental das várias fases de vida de um saco de plástico PEBD.

Para a realização de um estudo de LCA é necessária uma quantidade significativa de dados referentes ao ciclo de vida do sistema, onde a qualidade dos mesmos é diretamente proporcional à qualidade do estudo final. Normalmente neste tipo de estudos são considerados dados reais referentes: ás matérias-primas, aos processos industriais, às rotas de transporte, aos resíduos gerados, entre outros, os quais podem ser complementados com dados secundários provenientes de bases de dados comerciais que compilam dados gerais recolhidos por país ou região.

Considerando a potencialidade da quantificação de impactos ambientais, a ferramenta de LCA pode ser utilizada numa vertente de apoio à decisão tanto ao nível do desenvolvimento de produto, numa vertente de ecodesign, como ao nível de otimização de produtos ou processos. Baseado na metodologia de LCA, existem ferramentas que permitem quantificar os impactos económicos, Life Cycle Costing – LCC, ou sociais, Social Life Cycle Assessment – s-LCA. Estas vertentes adicionais tornam a análise mais completa na medida em que se torna possível avaliar alterações em sistemas do ponto de vista ambiental, económico ou social, podendo depois ser possível analisar o trade-off entre os aspetos avaliados.

A vertente de comunicação é um tópico sensível no que toca aos aspetos relacionados com a sustentabilidade. A ferramenta de LCA é adaptável ao público-alvo definido no estudo, sendo que qualquer comunicação externa dos resultados carece de um parecer de um avaliador externo de forma a garantir a idoneidade do estudo (de acordo com a norma ISO 14044).

Algumas ferramentas de LCA disponíveis no mercado

Gratuitas

Não gratuitas

Jaba: tradução 4.0

Subscrever a nossa Newsletter

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

interplast.pt

InterPLAST - Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial