Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Mercado europeu de PP pouco influenciado por iniciativas de sustentabilidade

01/07/2022

A AMI Consulting publicou recentemente um novo relatório que quantifica e analisa o mercado europeu de PP. A consultora sugere que a disponibilidade de materiais reciclados e outras iniciativas de sustentabilidade terão menos impacto no mercado de PP do que o esperado, embora preveja uma crescente mudança de foco para os monomateriais e para o design para a reciclabilidade.

foto

O relatório Polypropylene Markets Europe e a base de dados Polypropylene Processors Europe fornecem uma avaliação independente detalhada da indústria europeia transformadora de PP. O relatório analisa e atualiza a dimensão e crescimento da procura para diferentes aplicações e países da Europa, e examina as questões-chave e o panorama da oferta. A base de dados fornece uma lista detalhada de compradores e decompõe a procura por aplicação e país.

Nos últimos dois anos, este mercado foi especialmente influenciado pela Covid-19, com alguns impactos positivos em setores como a higiene e embalagem e alguns impactos negativos em setores como o automóvel. Em 2021, o volume total de PP (incluindo compósitos, mas excluindo o reciclado) no mercado europeu era de 10 milhões de toneladas.

A AMI acredita que a questão chave para os próximos cinco anos será a sustentabilidade. A legislação sobre os plásticos de uso único poderia afetar os mercados de embalagens rígidas e flexíveis, uma vez que os consumidores querem afastar-se das embalagens de plástico. No entanto, as alternativas são limitadas e a consultora acredita que a legislação avançará no sentido de simplificar e redesenhar as embalagens, utilizando mono-materiais e aumentando a reciclabilidade.

foto

O reciclado deve continuar a ganhar quota, mas a AMI prevê que o impacto no consumo de PP virgem venha a ser relativamente limitado, deprimindo a procura em apenas 0,7% por ano, nos próximos cinco anos. A principal razão para este baixo impacto - muito inferior ao previsto pela indústria - é a disponibilidade de reciclado.

A maioria dos transformadores entrevistados afirmou estar a estar a trabalhar para ter o know-how técnico necessário para integrar reciclado no seu produto. Tudo, desde fibras, compósitos até embalagens de qualidade alimentar. A base de dados fornece uma visão detalhada sobre os compradores da reciclado de PP.

O mercado é agora mais incerto do que em qualquer outra edição deste relatório. Os desafios incluem as consequências da pandemia de Covid-19, novos regulamentos sobre plásticos de uso único e sustentabilidade, escassez de polímeros, desafios logísticos e mudanças nos canais de distribuição. Finalmente, a guerra na Ucrânia está a acrescentar mais problemas à logística e pressão nos preços.

Como resultado, a consultora acredita que é agora mais crucial que nunca analisar os mercados de forma individual - quer geograficamente, por aplicação, tecnologia ou grau - para monitorizar o crescimento do mercado europeu do polipropileno.

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

interplast.pt

InterPLAST - Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial