Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Stadler oferece melhoria contínua na fábrica de recicláveis mistos secos da J&B Recycling

19/07/2022

A Stadler apoiou a J&B Recycling nos seus objetivos de produzir material de saída com elevada taxa de pureza quando esta construiu a sua fábrica de recicláveis mistos em 2008. Entretanto, a evolução na composição dos materiais tornou o processo de triagem mais desafiador, o que levou a empresa a investir em novos equipamentos. Concluída em março de 2022, esta atualização melhorou ainda mais a qualidade de triagem e aumentou a capacidade da J&B Recycling de antecipar a crescente procura de reciclado.

foto

A relação entre a Stadler e a J&B Recycling começou em 2008, quando esta projetou e construiu a sua fábrica de recicláveis mistos secos em Hartlepool, Reino Unido. Desde então, a Stadler manteve-se ao seu lado, apoiando a empresa no processo de melhoria contínua da unidade. “Estamos continuamente a melhor a fábrica e o nosso foco é produzir material da melhor qualidade possível”, diz Matt Tyrie, diretor de Operações da J&B Recycling.

Um design flexível para taxas de pureza consistentemente altas

A composição e densidade dos resíduos recicláveis secos está em constante evolução. “Ao longo dos anos, a quantidade de papelão aumentou significativamente”, afirma Benjamin Eule, diretor da Stadler UK Ltd. “As estações de triagem estão a receber maiores volumes de embalagens gerados pelo crescimento das compras e entregas online. Outra mudança relevante é o surgimento de diferentes técnicas de impressão em revistas, que dificulta a separação da tinta da fibra. As embalagens plásticas também estão a mudar. As estruturas multicamada e as garrafas com diferentes tipos de rótulos tornam a deteção cada vez mais desafiadora. Os metais também evoluíram desde que projetamos a fábrica em 2008, com a mudança do alumínio para o metal ferroso nas embalagens de bebidas e o aumento do volume de cápsulas de café que contêm alumínio”.

foto
Benjamin Eule, diretor da Stadler UK Ltd.

Por este motivo, as fábricas de triagem têm de ser capazes de processar vários materiais de forma flexível, ao mesmo tempo que fornecem as taxas de pureza consistentemente altas exigidas pela indústria de reciclagem. O projeto das fábricas também precisa da flexibilidade de acomodar atualizações e modificações subsequentes para responder às mudanças nos requisitos.

Ao projetar a fábrica de triagem, a Stadler adotou a sua abordagem personalizada de marca registada e baseou-se no seu conhecimento de como a composição variável dos resíduos afeta o processo de triagem. Benjamin Eule diz: “A fábrica de reciclagem da J&B foi originalmente projetada para processar 12 t/hora, com peneiras giratórias Stadler, transportadores e separador balístico cuidando da pré-triagem mecânica, preparando o fluxo de material para um processamento eficaz a jusante. Os transportadores garantem que o material seja enviado de forma eficiente para o próximo processo de triagem e os transportadores de armazenamento acumulam o produto antes de ser enfardado”.

foto

Em 2017, a J&B Recycling e a Stadler trabalharam juntas num conceito para remover papel e alumínio. Para remover o papel, a equipa da Stadler adicionou ao processo um classificador ótico Tomra Autosort na linha de frações planas para recuperar uma alta percentagem de papel com menos contaminantes e passar por uma cabine de controlo de qualidade para garantir alta pureza. Para remover o alumínio, foi instalado um Separador de Correntes de Foucault para recuperar o material não ferroso da linha de fração plana 2D.

Desde então, seis atualizações adicionais foram realizadas para otimizar a fábrica e atender à crescente procura do mercado. A última atualização teve como objetivo alcançar uma pureza ainda maior do papel e aumentar a capacidade, que agora foi elevada para 15 t/hora.

Benjamin Eule explica: “Instalamos mais um classificador ótico, o último classificador Autosort, para remover filme, garrafas plásticas e papelão da fração PAMS para obter um papel com 95% de pureza. Recirculamos os materiais que removemos na fábrica para serem reprocessados nos seus respetivos fluxos, aumentando a taxa de recuperação”.

foto

Esta última atualização foi concluída em março de 2022 para a satisfação da J&B Recycling: “A atualização atingiu as metas que delineamos, ou seja, melhorar a qualidade, reduzir os custos de mão de obra e aumentar o rendimento”, diz Matt Tyrie. “Aumentamos a qualidade da nossa mistura dura adicionando um sistema de Deteção de Objetos a Laser (LOD) ao classificador ótico Autosort, para remover mais contaminação não fibrosa. Esta tecnologia permite que cada turno seja executado com mão de obra reduzida e permitiu que o rendimento aumentasse, já que a qualidade da mistura dura era um dos estrangulamentos existentes no processo”.

“Em todos os anos em que trabalhamos com a Stadler, destaca-se a qualidade do seu produto e a sua capacidade de cumprir prazos na instalação. Agradecemos muito o excelente planeamento dos projetos e a sua capacidade de transformar ideias e desenhos em realidade”, conclui Matt Tyrie.

foto

O processo: resultados consistentes de alta pureza

Um tambor doseador alimenta o material, que passa por uma plataforma de pré-triagem para a remoção manual de OCC (Old Corrugated Containers) e filme grande. Um tambor de peneiramento Stadler separa o material restante em três frações: Finos, Intermediário e Volumoso. Os materiais Volumosos, acima de 170mm, passam por uma cabine de Controle de Qualidade e classificador ótico Autosort para remover papéis misturados, papelão e plásticos e produzir uma fração PAMS (Jornais, Periódicos e Revistas). A fração Intermediária, menor que 170mm, é separada em finos, 2D e 3D pelo separador balístico Stadler STT2000. A fração plana 2D é processada por meio de separadores indutivos e classificador ótico Autosort antes de uma verificação final do controle de qualidade para produzir dois fluxos, fração de papel misto e frações não ferrosas e ferrosas. A fração 3D segue por um processo semelhante, que começa com um separador magnético para posteriormente produzir frações mistas de plástico, HDP e PET. A fração fina é processada para remover contaminantes para criar um produto de vidro. Todas as frações de saída, com exceção do vidro, são enfardadas e vendidas.

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

interplast.pt

InterPLAST - Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial