Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Menos energia, menos material e circularidade para os fabricantes de embalagens, tapetes e relva artificial

Meaf exibe soluções de extrusão ‘verdes’ na K 2022

20/07/2022

O fabricante de máquinas de extrusão holandês Meaf Machines anunciou que a sua presença na K2022, a maior feira do mundo para a indústria de polímeros, será marcada pela aposta na sustentabilidade.

foto
Linha Meaf 90mm co-extrusão para produção de chapa rígida expandida (Fonte: Meaf).

De acordo com a empresa, “graças ao seu design altamente eficiente, os conjuntos de extrusão da Meaf possuem uma pegada de carbono de 30 a 65% menor do que muitos de seus concorrentes, permitindo uma grande redução de custo com matéria-prima”. Além disso, sua flexibilidade de integração, permite que as extrusoras da Meaf trabalhem com quase qualquer material termoplástico, incluindo biopolímeros e materiais reciclados, como flocos de garrafas e reciclado pós-consumo, ajudando os processadores de plásticos a tornarem-se mais ‘verdes’.

Os fabricantes do setor das embalagens alimentares estão sob enorme pressão de reguladores, distribuidores e consumidores finais para que haja uma redução na quantidade de plásticos utilizados, mantendo a segurança alimentar, atratividade e reciclabilidade. Em parceria com a fabricante suíça Promix Solutions, a Meaf adicionou recursos físicos de formação de material expandido às suas linhas de extrusão. Isso permite uma redução ainda maior na utilização de material, sem comprometer recursos como empilhamento e resistência, graças ao uso de nitrogénio ao invés de butano e propano frequentemente utilizados. Segundo a Meaf, “este processo definitivamente não gera significativo impacto ambiental”.

foto
Bandejas PP e PET produzidas numa linha Meaf de extrusão de chapas fisicamente expandidas (Fonte: Meaf).

Um setor da indústria que recentemente iniciou o caminho para um futuro mais sustentável é o setor dos tapetes e da relva artificial, onde antes eram utilizados materiais não recicláveis, como betume e látex, agora estão a ser substituídos por elastómeros termoplásticos (TPE e TPU) para o revestimento dos tapetes do tipo carpete, permitindo que os seus produtos se tornem totalmente recicláveis, ao invés de serem incinerados ou acabarem descartados em aterros sanitários. No entanto, isso requer uma mudança considerável no processo de produção e uma nova maneira de pensar para muitos fabricantes de tapetes, razão pela qual a Meaf ajusta a sua linha de teste interna para várias soluções de suporte ao desenvolvimento destes produtos.

A eficiência energética e de materiais sempre esteve no centro da filosofia de design da Meaf, muito antes de se tornar moda. Isto ajudou a empresa a afirmar-se em geografias onde a energia e as matérias-primas confiáveis são valiosas. “Esta é a vantagem de ser uma empresa relativamente pequena”, diz Elwin Houtekamer, diretor da Meaf Machines BV. “Somos mais ágeis que os grandes fabricantes e trabalhamos como parceiros iguais com fornecedores especializados e inovadores. Desta forma, estamos sempre na vanguarda da tecnologia de extrusão”.

foto
A relva artificial é outro produto para o qual a Meaf pode fornecer uma linha de extrusão suportada para reciclabilidade (Fonte: Meaf).

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

interplast.pt

InterPLAST - Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial