Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Plásticos na indústria automóvel: elétricos exigem novos aditivos

14/09/2022

Numa altura em que a indústria automóvel procura ampliar a duração e o desempenho do carregamento de baterias com segurança, além de aumentar a reutilização de materiais e a reciclagem, cresce também a procura por soluções que permitam fabricar peças plásticas com propriedades dielétricas e ignífugas.

A Clariant vai apresentar na K 2022 os seus novos aditivos desenvolvidos para garantir a segurança das baterias, nomeadamente retardantes de chama não halogenados, em soluções à base de poliamida e outros materiais termoplásticos, incluindo opções que contam com matérias-primas de fontes renováveis com certificação ISCC Plus.

foto

O suporte aos plásticos sustentáveis para e-mobility inclui novas aplicações para os retardantes de chama não halogenados da clariant, em soluções à base de poliamida e materiais termoplásticos, incluindo opções que contam com matérias-primas renováveis certificadas pelo iscc plus, que agora estão disponíveis para reduzir a dependência no carbono fóssil e as emissões de CO2. essas soluções pertencem à família ‘terra’ de produtos certificados, que oferece aos fabricantes alternativas que podem substituir os produtos atuais sem necessidade de adaptações.

Carregamento mais rápido exige novas soluções

A tendência de acelerar o carregamento de baterias com o uso de voltagens mais altas está a gerar a necessidade de materiais para baterias e para infraestruturas de carregamento que ofereçam maior resistência ao trilhamento elétrico e retardância à chama.

Fabricantes de conectores de alta voltagem, isolantes elétricos e compartimentos de baterias agora podem usar a versão Terra do Exolit OP 1400, um retardante à chama não halogenado de amplo uso patenteado pela Clariant, a fim de ajudar a indústria a atingir o objetivo de realizar um carregamento mais rápido com materiais que emitam menos gases de efeito estufa.

O Exolit OP Terra permite que compostos de poliamida satisfaçam os mais rígidos padrões de segurança, como o Underwriters’ Laboratories (UL) 94 V0, em conjunto com um índice Comparativo de Trilhamento superficial (CTI — Comparative Tracking Index) de 600 V, de acordo com as normas IEC 60112 / ASTMD 3638.

As soluções Exolit OP com certificação EcoTain produzidas nas instalações da Clariant certificadas pelo ISCC PLUS em Knapsack, Alemanha, estão disponíveis como produtos certificados em balanço de massa. Assim como os seus equivalentes fósseis à base de carbono, os produtos Terra têm pouco impacto na reciclabilidade do material e, portanto, adaptam-se tecnicamente à gestão de resíduos automóveis com o benefício adicional da menor emissão de CO2.

Os retardantes de chama não halogenados Exolit AP estão a acelerar a substituição de metais para compósitos termofixos de baixa densidade e alta resistência, a fim de produzir compartimentos de bateria muito mais leves e capazes de atender às mais rígidas normas de segurança contra incêndio de veículos elétricos. As baterias precisam de uma proteção especial, em caso de incêndio do veículo ou colapso térmico das células elétricas.

A Clariant oferece três produtos – Exolit AP 462, AP 740 e AP 742 – que permitem que compostos à base de epóxi ou poliéster insaturado satisfaçam as normas de retardantes de chama ECE R100 e GB 38031-2020.

“Estamos a trabalhar de perto com a cadeia de valor automóvel para validar as nossas tecnologias de aditivos avançados para plásticos e aumentar seu foco na otimização de peso, redução de CO2 e uso de materiais sustentáveis e recicláveis, sem deixar de atender às necessidades de desempenho e segurança”, afirmou Nicola Lelli, Head of Additives’ Strategic Marketing, da Clariant.

Objetivo: sustentabilidade

Durante a K, a equipa da Clariant estará disponível para discutir a otimização de componentes plásticos essenciais dos veículos, como para-choques traseiros e peças interiores em PP, tais como painéis de instrumentos e de portas, além de diversas peças plásticas de engenharia, a fim de ampliar o espectro de veículos elétricos e dar suporte aos objetivos de sustentabilidade e à recuperação de veículos em fim de vida.

A Clariant participa no Projeto Revolução, financiado pela União Europeia com o objetivo de desenvolver peças leves para veículos e aumentar a sua circularidade facilitando a reciclagem de materiais e incorporando polímeros reciclados. Entre as soluções oferecidas pela Clariant neste âmbito, encontramos aditivos para a manutenção da qualidade dos reciclados, com vista ao aumento do conteúdo reciclado em peças acabadas de baixo peso e recicláveis.

moldplas de 9 a 12 nov. 2022 Batalha. Portugal. Salão de máquinas, equipamentos, matérias-primas e tecnologia para moldes e plásticos

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

interplast.pt

InterPLAST - Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial