Atlas Copco Rental: ar comprimido
Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Novos produtos para embalagem alimentar e cosmética a partir de subprodutos marinhos

08/11/2023

Estima-se que, até 2026, as taxas de pesca atinjam 194 milhões de toneladas em todo o mundo. Quase 20 milhões de toneladas de matéria-prima são utilizadas para a produção de farinha e óleo de peixe. Além disso, um dos motores da economia circular no setor das pescas será o tratamento a baixo custo dos fluxos laterais de resíduos de peixe para a extração de compostos bioativos para aplicações de elevado valor. Assim, o projeto EcoeFISHent aplicará soluções sistémicas através de cadeias de valor circulares a vários níveis para a valorização eco-eficiente da pesca e dos fluxos secundários de pesca.

A EcoeFISHent desenvolverá um revestimento de barreira para embalagens de alimentos a partir de gelatina de peixe e de cosméticos a partir de redes...
A EcoeFISHent desenvolverá um revestimento de barreira para embalagens de alimentos a partir de gelatina de peixe e de cosméticos a partir de redes de pesca.

A Aimplas, Instituto Tecnológico dos Plásticos, participa neste projeto europeu através do desenvolvimento de um revestimento de barreira para embalagens alimentares a partir de gelatina de peixe e cosméticos a partir de redes de pesca. Em linha com a estratégia europeia para os plásticos numa economia circular, o EcoeFISHent desenvolverá um revestimento feito de biopolímeros de barreira a gases para embalar alimentos sensíveis à oxidação (como carne, peixe ou queijo) com o objetivo de substituir os polímeros de barreira fósseis tradicionalmente utilizados, mantendo a funcionalidade, sustentabilidade e utilidade desejadas. Além disso, o processo será alargado a nível industrial para a produção de embalagens compostáveis para a embalagem de produtos de peixe.

Por outro lado, a EcoeFISHent fornecerá uma solução circular económica e ambientalmente viável para a reciclagem de redes de pesca provenientes da indústria da pesca e da aquicultura. A Aimplas utilizará o polietileno recuperado das redes de pesca para produzir embalagens de cosméticos por extrusão e subsequente moldagem por injeção e laminação.

A unidade piloto de pré-processamento EcoeFISHent transformará os subprodutos do peixe em produtos de elevado valor acrescentado, como suplementos alimentares, cosméticos ou biopolímeros. O projeto implementou seis cadeias de valor circulares sinergéticas e a vários níveis que interligam as economias azul e verde para conciliar as atividades industriais e económicas humanas com os ecossistemas marinhos e as áreas marinhas protegidas.

Graças ao apoio de centros de investigação internacionais e à utilização de tecnologias e processos inovadores, serão produzidos artigos sustentáveis para os sectores dos cosméticos, dos nutracêuticos e das embalagens. Além disso, o EcoeFISHent implementará um programa para a proteção dos ambientes marinhos através da recolha, recuperação e reciclagem de redes de pesca abandonadas e da implementação de um programa de pesca sustentável.

O projeto é formado por um consórcio de 34 parceiros de sete países e coordenado pela FILSE, o organismo de financiamento para o desenvolvimento económico da região da Ligúria, e é financiado pelo programa de investigação e inovação Horizonte 2020 da União Europeia, com o acordo número 101036428.

REVISTAS

Siga-nos

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter InterPlast

    12/06/2024

  • Newsletter InterPlast

    05/06/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

interplast.pt

InterPLAST - Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial