Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Materiais autoextinguíeis para aplicações elétricas

20/02/2024
O rápido crescimento de aplicações com altas voltagens requer novos plásticos que sejam resistentes às condições de funcionamento mais exigentes.

Quando se trata de produção e armazenamento sustentável de eletricidade, ou mesmo de mobilidade elétrica, é necessário transportar correntes intensas de baixa e alta tensão. A transferência de uma grande quantidade de corrente requer condutores de grandes dimensões, designados por barramentos.

Barramentos: elementos essenciais para o transporte de correntes elevadas

O elevado débito de corrente implica condições extremamente duras para os materiais em que os barramentos são fixados. Em primeiro lugar, o aquecimento dos barramentos, que faz com que as temperaturas máximas de funcionamento atinjam o limiar dos 100 °C. No entanto, em caso de avaria, a temperatura do metal pode facilmente ultrapassar os 400 °C.

Depois, há o indispensável isolamento elétrico, que, por razões óbvias, deve garantir a sua segurança operacional em qualquer situação. A prevenção de incêndios no setor da mobilidade elétrica impõe restrições ao comportamento dos materiais face à chama e ao teste do fio incandescente (GWIT segundo a norma IEC60695-2).

Imagen

O desafio dos suportes de barramentos

Os suportes dos barramentos devem ser sólidos e resistir às tensões mecânicas e magnéticas geradas pela corrente. Para a moldagem de suportes que garantam segurança a longo prazo, a Lati propõe soluções consolidadas, todas caracterizadas por uma propriedade de autoextinção certificada de acordo com a norma UL94 V0. Concretamente, o fabricante italiano de termoplásticos aconselha os seus clientes a usar os polímeros PA6, PA66 e PBT, resistentes à chama graças a retardantes à base de fósforo vermelho, sem halogéneos e respeitadores do ambiente.

Uma história de sucesso na indústria do equipamento elétrico

O grupo francês Socomec, especialista no controlo e na segurança das redes elétricas, escolheu o Latamid 6 H2 G/30-V0HF1 para suportar o barramento SB C 15.

O elemento SB C 15 foi concebido para sistemas de três ou quatro pólos, planos ou verticais, com três condutores por pólo. Graças ao material da Lati, pode suportar correntes até 6300 amperes em contínuo e até 80kA em caso de curto-circuito.

O composto é feito de PA6 reforçado com 30% de fibra de vidro e é autoextinguível sem halogéneos ou fósforo vermelho. A UL certificou-o para uma utilização contínua até 120°C.

Inovação contínua: materiais para necessidades específicas

Para exigências mecânicas ainda mais avançadas, a Lati propõe compostos autoextinguíveis à base de PA66 reforçados com 50% de fibra de vidro, o Latamid 66 H2 G/50-V0HF1 e V0KB1.

Se a humidade for um problema, é possível escolher soluções anhigroscópicas. Estas soluções baseiam-se no PBT Later, em graus de alta temperatura desenvolvidos em PPS Larton ou em novos compostos feitos de poliamida aromática Laramid T.

O polímero PA9T tem uma resistência térmica e química que permite que estes objetos sejam utilizados em situações críticas. Por exemplo, podem ser utilizados em sistemas de carregamento de baterias, onde existe um risco de instabilidade térmica.

As tecnologias elétricas em evolução requerem plásticos avançados que possam enfrentar os desafios de correntes elevadas e condições de funcionamento extremas. A utilização de materiais retardantes de chama melhora a segurança e a eficiência no transporte de eletricidade. A indústria da mobilidade elétrica pode beneficiar substancialmente destas inovações, garantindo uma maior fiabilidade e sustentabilidade dos seus sistemas.

REVISTAS

Siga-nosEasy fairs Iberia - Porto

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter InterPlast

    10/04/2024

  • Newsletter InterPlast

    03/04/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

interplast.pt

InterPLAST - Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial