Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa
A próxima edição da Interpack será realizada em Düsseldorf, de 7 a 13 de maio de 2026

Digitalização: está tudo interligado

22/03/2024
A digitalização dominou a agenda da indústria em 2023, juntamente com a megatedência da sustentabilidade. Nos setores dos plásticos e da embalagem, as tecnologias digitais apresentadas em feiras como a Interpack colocaram em evidência os benefícios que aportam às empresas. Em particular, a crescente utilização da inteligência artificial (IA) na indústria promete criar novas oportunidades em todos os domínios.

Em outubro de 2023, por exemplo, começaram a funcionar os primeiros projetos-piloto de IA do Green AI Hub Mittelstand, uma iniciativa do Ministério Federal do Ambiente alemão, dirigida às pequenas e médias empresas. No âmbito do projeto, ao longo de seis meses, os especialistas em IA desenvolveram aplicações para cinco pequenas e médias empresas, atualmente já em implementação. Estão previstas até 20 aplicações-piloto até ao final de 2025.

As soluções desenvolvidas são disponibilizadas gratuitamente a outras empresas como soluções ‘open source’. Entre os participantes na primeira fase piloto, encontra-se uma empresa do setor da embalagem, a 4Packaging, sediada em Dissen (Baixa Saxónia), que produz cilindros de rotogravura para impressão em flexíveis. Os cilindros são imersos em banhos químicos e revestidos com cobre, cujas propriedades são um fator central para a qualidade. O sistema de IA reduz o consumo de recursos durante o processo e evita erros de impressão.

O ‘Zero Waste Manager’ permite que os clientes vejam onde é possível reduzir os resíduos e aumentar as quotas de reciclagem...
O ‘Zero Waste Manager’ permite que os clientes vejam onde é possível reduzir os resíduos e aumentar as quotas de reciclagem. Imagem: Interzero

A Plastics Europe, a associação europeia de transfrmadores de plásticos, considera que a inteligência artificial e a digitalização são fundamentais para reduzir a pegada ecológica da indústria dos plásticos e contribuir para uma transformação sustentável da sua cadeia de valor acrescentado. Os algoritmos de IA podem acelerar o desenvolvimento de materiais mais ecológicos, capazes de melhorar fatores como a vida útil ou o impacto no ambiente. O controlo preciso e a comunicação entre máquinas também podem ajudar a otimizar os processos de produção, reduzindo o consumo de energia durante a transformação dos plásticos. Graças à inteligência artificial e à digitalização, o processo de reciclagem é também mais eficiente. Os sistemas de triagem modernos já utilizam etiquetas digitais e algoritmos de IA para separar automaticamente os resíduos de plástico em diferentes categorias.

A plataforma de dados e serviços remotos baseada na nuvem torna os processos das máquinas mais transparentes...
A plataforma de dados e serviços remotos baseada na nuvem torna os processos das máquinas mais transparentes, criando assim as condições para uma gestão eficiente da produção. Imagem: Bobst

“A digitalização em curso da indústria dos plásticos está a abrir um novo capítulo na inovação e na sustentabilidade. As empresas que fizerem a melhor utilização possível desta tecnologia poderão reduzir a sua pegada ambiental e, ao mesmo tempo, colocar no mercado produtos competitivos. Em última análise, a IA e a digitalização contribuem significativamente para tornar todo o processo de circulação mais eficiente, concebendo melhores produtos e reduzindo o consumo de materiais, bem como a produção de resíduos. O nosso objetivo é manter, ou aumentar, o desempenho competitivo, ao mesmo tempo que reduzimos significativamente o impacto da indústria dos plásticos no ambiente”, afirmou Ingemar Bühler, diretor-geral da Plastics Europe.

Digitalização da cadeia de valor acrescentado

Graças à interligação, digitalização e automatização dos processos de trabalho, bem como à mudança para materiais de embalagem e processos de produção mais sustentáveis, o setor está atualmente a caminhar para uma reformulação fundamental, afirma a fabricante de maquinaria Bobst. A empresa está a equipar todas as suas novas máquinas com a plataforma de dados e serviços remotos Connect baseada na nuvem, simplificando a transformação digital nas empresas suas clientes. Estas podem, assim, aceder aos dados de produção e a outras informações sobre todas as máquinas, em qualquer altura e com qualquer tipo de dispositivo de utilizador final. Numa primeira fase, a ferramenta oferecia principalmente funções de controlo para os dados mais importantes das máquinas. O mais recente nível de atualização também acrescenta muitas opções diferentes para o controlo eficiente e a otimização da produção em tempo real.

A Siemens desenvolveu o gémeo digital de um centro de logística existente. Imagem: Siemens
A Siemens desenvolveu o gémeo digital de um centro de logística existente. Imagem: Siemens.

Em colaboração com clientes-piloto, a Bobst está também a desenvolver painéis de controlo que visualizam o desempenho da produção como gémeos digitais. Por exemplo, os gestores de fábrica podem utilizar estes painéis para aceder a’máquinas virtuais’ a partir do seu ambiente de trabalho ou através de um dispositivo móvel. Podem ver o estado atual das suas operações, bem como os dados de desempenho mais importantes em tempo real, por exemplo, que encomenda está a ser processada para que cliente ou quantas embalagens dessa encomenda já foram produzidas.

“A revolução digital no setor da embalagem obriga todas as empresas a embarcar em novas viagens, a questionar as suas anteriores formas de trabalho, a pensar em processos holísticos e digitais e a utilizar redes e plataformas para desenvolver novos modelos de negócio para os seus clientes. A visão industrial da Bobst baseia-se nos quatro pilares da conetividade, digitalização, automatização e sustentabilidade, e oferece a esta transformação o mais elevado grau de apoio”, garante Jean-Pascal Bobst, CEO da Bobst.

O gémeo digital de um centro de logística

Também na logística interna, a automatização total e a digitalização são vistas como uma vantagem competitiva decisiva. Neste contexto, as soluções da Siemens abrangem muitos aspetos do armazenamento, como a entrada de mercadorias, o transporte, o armazenamento, a colocação em funcionamento, a embalagem e a expedição. Este ano, a empresa apresentou o gémeo digital holístico do seu próprio centro de distribuição em Nuremberga, que serve 25 mil clientes em todo o mundo com 12 mil encomendas por dia, 22 mil artigos encomendados, 27 dispositivos de funcionamento de prateleiras e três quilómetros de tapetes rolantes automatizados.

Este exemplo do mundo real mostra como os cenários de simulação podem, por exemplo, otimizar a planificação de turnos para atingir a máxima produtividade. Os gémeos digitais também ajudam a identificar estrangulamentos e picos de carga para otimizar o fluxo de materiais. A interação perfeita entre o mundo real e o mundo digital aumenta a produtividade e a flexibilidade dos sistemas, reduz permanentemente os custos e o consumo de energia e, por conseguinte, também a pegada de carbono.

O Simatic Robot Pick AI é um software de processamento de imagem para soluções robóticas baseado na aprendizagem automática. Imagem: Siemens...
O Simatic Robot Pick AI é um software de processamento de imagem para soluções robóticas baseado na aprendizagem automática. Imagem: Siemens.

Colocação em funcionamento autónoma através de robôs com base em IA

Uma nova incorporação no portefólio de produtos de logística interna da Siemens é o Simatic Robot Pick AI, um software de processamento de imagem para soluções robóticas baseado em aprendizagem automática. O software de processamento de imagens 3D permite que os robôs agarrem qualquer artigo enquanto executam tarefas de colocação em funcionamento no armazém, independentemente da forma ou do tamanho do artigo. Um algoritmo de aprendizagem profunda previamente treinado controla esta capacidade, para identificar as posições 3D mais adequadas à extração e fornecê-las à função executiva do robô. A aplicação foi concebida para funcionar com o poder de computação de um IPC do tipo tablet, com tempos de cálculo inferiores a 1,5 segundos, atingindo taxas de recolha do sistema superiores a mil recolhas por hora. No futuro, os robôs de preparação de encomendas controlados por IA serão capazes de manusear uma grande variedade de objetos de diferentes formas, tamanhos e tipos de embalamento, tanto rapidamente como em situações que mudam dinamicamente. Assim, serão atenuados os efeitos da escassez de mão de obra, ao mesmo tempo que é aumentada a eficiência comercial dos armazéns.

A digitalização melhora os processos de reciclagem

A crescente digitalização também desempenha um papel importante no setor da reciclagem. Por exemplo, a start-up Recyda desenvolveu uma solução de software como serviço para a gestão e avaliação digital de dados de embalagens. O software facilita às empresas internacionais a gestão digital das embalagens, a fim de atingir os objetivos exigidos no domínio da economia circular. Uma parte essencial é a avaliação digital da reciclabilidade das embalagens de acordo com os requisitos internacionais. Com a ajuda desta solução integrada, as empresas podem comparar eficazmente as soluções de embalamento e escolher a melhor opção para cada conjunto de requisitos. O software permite efetuar avaliações detalhadas, por exemplo, da infraestrutura de reciclagem existente, das taxas de licença aplicáveis e das opções resultantes para a conceção ecológica ou em relação ao imposto sobre os plásticos.

A equipa fundadora da Recyda, Vivian Loftin, Anne Zießow e Christian Knobloch, numa fábrica de reciclagem...
A equipa fundadora da Recyda, Vivian Loftin, Anne Zießow e Christian Knobloch, numa fábrica de reciclagem. Imagem: Recyda

"Conhecemos os desafios que a indústria da embalagem enfrenta atualmente e das muitas dificuldades com que as empresas se deparam. Graças a este conhecimento, desenvolvemos uma solução de software que oferece apoio específico para aplicar os requisitos às soluções de embalamento em diferentes mercados e otimizar significativamente os relatórios, afirmou Christian Knobloch, cofundador e co-diretor-geral da Recyda.

Rede de eliminação digital

Atualmente, a eliminação de resíduos é frequentemente efetuada com meios simples de gestão de dados e sem qualquer rede digital entre parceiros. Esta situação vai mudar graças à cooperação entre a Interzero e a Resourcify. Aos clientes da Interzero é oferecido o serviço de gestão digital de resíduos da plataforma Resourcify para a gestão e reciclagem de resíduos, denominado ‘Zero Waste Manager’. Os parceiros de reciclagem da rede recebem as suas encomendas através da plataforma e comunicam-lhe os dados relativos ao desempenho. Ao analisar os dados na plataforma, os clientes podem ver claramente onde pode reduzir os resíduos, aumentar as quotas de reciclagem e fechar o ciclo de recursos valiosos. Um dos primeiros clientes é a cadeia de hamburguerias Five Guys. Todos os 35 restaurantes na Alemanha já utilizam a plataforma para a gestão de resíduos.

Com o ‘Zero Waste Manager’, a Five Guys conseguiu obter uma plataforma digital fiável que utiliza registos de dados sistemáticos e ligações digitais para organizar a logística da remoção de resíduos e a reciclagem dos resíduos de embalagens de transporte, em particular, de forma eficiente e transparente. “Desta forma, monitorizamos constantemente os nossos fluxos de resíduos, materiais residuais e contentores, e conseguimos poupar recursos de uma forma que cumpre os requisitos de uma eventual auditoria", afirmou Pia Dörner, gestora de projetos da Five Guys.

As tecnologias mencionadas neste artigo fazem parte de um conjunto alargado de soluções digitais apresentadas na Interpack 2023 e disponíveis em www.interpack.com. A próxima edição da feira terá lugar em Düsseldorf, de 7 a 13 de maio de 2026.

REVISTAS

Easy fairs Iberia - PortoSiga-nos

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter InterPlast

    10/04/2024

  • Newsletter InterPlast

    03/04/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

interplast.pt

InterPLAST - Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial